Andamento

Saturday, November 06, 2004

Há um locar ao qual eu volto sempre - a árvore

Chamo-me Méan o meu outro nome acompanha as mudanças da tão próxima de mim Natureza. Existo desde sempre, pelo menos não me lembro de quando tudo começou. Estou, consigo estar em todo lado. Sou um pouco de tudo, um pouco de todos os que observo, imito ou brinco diariamente.

Há um local ao qual eu volto sempre. A árvore. Ela sempre esteve ali comigo, faz parte de mim assim como eu faço parto dela, respiramos as duas em uníssono. Reparo que estão todos um pouco perturbados, todos procuram: uns com as mãos na cabeça, outros com os olhos virados para o céu à espera de uma resposta.

Às vezes são demasiado estranhos. Não conseguem perceber que o mais simples da vida, o que é mais parecido com eles, e o que faz parte dos mesmos é a Natureza, são as árvores, as flores, as nuvens, o vento.

Estão quase sempre inconscientes pois não vêem que se estão a perder aos bocadinhos e eu não sei o que pode acontecer se se perderem mesmo…. Desapareço com eles, fico sozinha. É esta única coisa que me ensombra em que tento não pensar mas que de vez em quando se depara à minha frente…

Méan

0 Comments:

Post a Comment

<< Home